{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
Olival
Olival
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
{{thumb50}}
Cabras
Cabras
{{thumb50}}
Ovelhas
Ovelhas
{{thumb50}}

O Montado é um ecossistema florestal onde predominam o Sobreiro (Quercus suber L.) e a Azinheira (Quercus rotundifolia), e é um dos melhores exemplos da manipulação do Homem sobre os ecossistemas florestais, por forma a obter deles os produtos desejados.

Cedo se descobriu que o Montado tinha para oferecer muito para além da cortiça (entre Maio e Junho): as plantas medicinais (de Março a Maio), a cresta do mel (entre Junho e Julho), os cogumelos que crescem em abundância na base dos troncos (de Outubro a Novembro), a lenha para combustível, e os seus frutos, as bolotas, servem de alimento aos rebanhos de gado ovino e caprino e às varas de porcos (entre Novembro e Março).

A Herdade da Maroteira gere cerca de 540ha de Montado, o que faz desta actividade a sua principal fonte de receitas, tendo também alargado as actividades desenvolvidas ao cultivo de vinha e de olival e à gestão do efectivo ovino.

“Além da capacidade de produção de oxigénio, uma característica comum a todas as árvores, o sobreiro possui uma estrutura celular única e muito particular, que o torna capaz de reter o dióxido de carbono, o principal responsável pelo aquecimento global do planeta.” (APCOR)

“Quem se preocupa com os seus netos, planta um sobreiro.” (Ditado popular)