Os nossos vinhos alentejanos

Plantados inicialmente no ano 2000, em solo argilo-calcário, os 15 hectares de vinha da Herdade da Maroteira apresentam 4 castas – Syrah, Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Aragonez. Destas uvas tintas resultam assim 3 das 4 referências produzidas:

– Mil Reis (100% Syrah)

– Cem Reis (100% Syrah)

– Dez Tostões (Alicante Bouschet, Aragonez, Touriga Nacional e Syrah)

Em produção desde o ano 2009 e a poucos quilómetros, em Evoramonte, encontram-se as vinhas que dão origem à 4ª referência – Senhor Doutor. Aqui, o viticultor Philip Mollet, lançou-se ao desafio de criar um monovarietal de Touriga Nacional assim como 2 brancos atípicos – O Field Blend (Antão Vaz, Arinto, Verdelho e Roupeiro) e o Alvarinho.

Primando pela qualidade todas as nossas uvas são colhidas manualmente, durante a noite e em pequenas caixas de 20kg, para depois serem cuidadosamente transportadas, nas horas mais frescas, para a nossa Adega onde a equipa de enologia trata depois de as transformar no vinhos que dá corpo às 4 referências apresentadas.

Mil Reis

O Mil Reis Grande Reserva Syrah, produzido unicamente em anos de excelência, é um monovarietal, 100% Syrah com estágio de 18 meses em Barricas novas de Carvalho Francês e americano e 6 meses em garrafa. Produzido a partir do primeiro talhão de Syrah da Maroteira, plantado no ano 2000, este vinho apresenta um carácter robusto e profundo com notas vivas e intensa de frutos vermelhos, estrutura firme, complexidade e persistência notável.

Cem Reis

Os vinhos Cem Reis apresentam-se com um Tinto 100% Syrah e um Branco 100% Viognier.
O Syrah é produzido a partir da seleção dos melhores lotes de Syrah desse ano compondo assim um lote final que estagiou 16 meses em barricas de carvalho francês (50%) e Carvalho americano (50%). De cor violeta escuro, apresenta notas intensas de frutos pretos. Um vinho redondo, de estrutura firme e persistente.
O Viognier, com uvas produzidas num terreno da família em Montemor-o-Novo, resulta duma selecção criteriosa das mesmas, 9 meses de estágio em barricas novas de Carvalho francês com 30 dias de batonnage intensa e 8 meses de repouso. Um vinho muito equilibrado, elegante mas estruturado, com notas cítricas fortes enquanto que untuoso e redondo na boca.

Dez Tostões

A família Dez Tostões é composta por um Blend Tinto, um Branco Antão Vaz e um Rosé Syrah.
O Tinto, feito a partir das castas Alicante Bouschet, Aragonez, Touriga Nacional e Syrah, tem 12 meses de estágio em barricas e apresenta-se redondo e frutado. Com um teor alcoólico na casa dos 15% a sua estrutura e complexidade, aliadas ao carácter guloso deste Blend garantem, anualmente, um excelente posicionamento qualidade/preço.
O Branco, 100% Antão Vaz, mostra-se muito equilibrado. Nesta referência conseguimos, através da viticultura, garantir uma base de fruta elegante, jovial e fresca enquanto que, através da enologia, chegámos a um perfil mais redondo, estruturado e gastronómico. Apresenta assim um carácter alternativo àquele típico da casta.
No Dez Tostões Rosé, com base de Syrah, a palavra de ordem é equilíbrio. Pretende-se um Rosé pálido, fresco, jovial e elegante mas que através do teor alcoólico e trabalho desenvolvido na Adega se apresente igualmente estruturado, persistente e gastronómico para que assim consiga acompanhar a mais alta gastronomia Portuguesa.

Senhor Doutor

A gama Senhor Doutor, desenvolvida na Herdade da Maroteira mas com uvas provenientes de Évoramonte, resulta numa pequena seleção de “vinhos de autor”. Vinhos de carácter muito específico, fora da caixa que põem à prova tanto o nosso viticultor – Philip Mollet – como o nosso enólogo consultor – António Maçanita.

O Touriga Nacional (100%), com 16 meses em barricas novas de Carvalho Francês, apresenta-se robusto e estruturado. Um Vinho de complexidade inegável, com aromas fortes de bergamota, alcaçuz e tons discretos de couro. Um vinho que achamos à altura da Casta Rainha de Portugal.

O Field Blend (Antão Vaz, Arinto, Verdelho e Roupeiro) é um Blend de Campo. Sobre 4000m2 misturam-se aleatoriamente as 4 castas deixando assim como desafio maior a decisão do dia exacto de colheita em que todas se apresentem no seu máximo potencial. Um branco complexo, estruturado que garante a frescura e elegância do Antão Vaz e Arinto e ao mesmo tempo o carácter frutado e redondo do Verdelho e Roupeiro.

O Alvarinho (100%) apresentou-nos o desafio de preservar o carácter nativo da casta enquanto que marcávamos, ao mesmo tempo, um pouco do nosso no lote final. Conseguimos assim, através da viticultura, manter o perfil original do Alvarinho enquanto que, através da enologia, conferíamos um carácter mais untuoso e estruturado. Apresenta-se assim um Alvarinho atípico mas que consideramos, da nossa parte, homenagem ao que de melhor se faz na Região dos Vinhos Verdes.

O Rosé Touriga Nacional é um Rosé gastronómico. Mais escuro em tom apresenta tons fortes de fruta vermelha madura e um aroma intenso de frutos do bosque. Um Rosé mais complexo dirigido mais à experiência gastronómica.

  • Europa

  • Alemanha | Áustria | Bélgica | Croácia | Dinamarca | Eslovénia | Espanha | França | Itália | Luxemburgo | Polónia | República Checa | Suécia | Suíça | Reino Unido
  • América

  • Brasil | Canadá | EUA
  • Ásia

  • China | Coreia do Sul | Japão
  • África

  • Angola

Distribuição

vinho alentejo distribuição maroteira

Onde quer que esteja no mundo, o Anthony Doody, o nosso Diretor Comercial, fará o seu melhor para o ajudar com qualquer assunto relacionado com os nossos vinhos.